Skip to main content

Planejamento hoteleiro: como se preparar para os desafios de 2022!

Nos últimos tempos, os desafios que hotéis e pousadas enfrentaram foram muito grandes. Afinal, com a pandemia, muitos estabelecimentos precisaram fechar ou se adaptar às novas condições. Agora, a retomada traz novas oportunidades de negócio, mas para se preparar para ela é preciso um bom planejamento hoteleiro.

No post a seguir, confira como está a recuperação do Turismo e suas novas tendências para 2022. Veja também como o planejamento hoteleiro pode fazer uma grande diferença na retomada e como criá-lo para ter sucesso no próximo ano. Boa leitura!

A recuperação do Turismo e as novas tendências para 2022

Depois de praticamente dois anos com restrições, atendendo com pouca capacidade ou mesmo sem poder abrir, pousadas e hotéis têm a esperança de retomarem suas atividades no final de 2021 e em 2022.

Segundo a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, 61% dos entrevistados acreditam no crescimento do faturamento, inclusive com índices que podem alcançar 30%, conforme as perspectivas de 31,5% dessas pessoas.

De fato, com a retomada das atividades e os índices de vacinação, a esperança do setor é que possa alcançar o faturamento perdido na pandemia. Segundo a Associação Internacional de Transporte Aéreo, a perda para países da América Latina e Caribe alcançou os US $94 bilhões.

Porém, em outubro de 2021, a demanda doméstica de turismo apresentou níveis próximos ao período antes da pandemia, sendo 51% maior que o mesmo mês em 2020. Com isso, a expectativa é de uma retomada completa para 2022, já que as pessoas voltam a ter mais segurança de viajar e há possibilidade de frequentar lugares turísticos.

As tendências para 2022

Diante desse cenário favorável, surgem novas tendências que tendem a mudar a forma como as empresas vão trabalhar, além de estarem diretamente relacionadas a boas oportunidades.

  • A compra de seguro de viagem será uma prioridade.
  • As estadias tendem a ser mais longas e concentradas em um só lugar.
  • As viagens em família vão ser uma das prioridades.
  • O uso de tecnologia em hotéis e pousadas será cada vez maior.
  • A segurança e higienização serão fatores determinantes para uma estadia.
  • Quem viaja a trabalho também vai buscar momentos de lazer.
  • Haverá valorização de serviços contactless, por exemplo, check-in de hotel.

Planejamento hoteleiro: a importância de se planejar para a retomada

Como você viu, o cenário para o Turismo vem melhorando e chega a hora de as empresas do setor retomarem suas atividades como antes; ou ainda, repensarem as estratégias que vêm tomando para 2022. Para isso, é preciso um bom planejamento hoteleiro.

Basicamente, esse plano de atuação reúne todas as informações para que você possa se organizar com antecedência, em relação a diversos aspectos necessários para a administração e crescimento de sua pousada ou hotel, por exemplo:

Além disso, o planejamento hoteleiro tem vantagens importantes para a empresa, inclusive a longo prazo. Veja algumas delas a seguir!

Melhora na tomada de decisões

Tomar decisões em qualquer negócio não é tarefa fácil. Mas exatamente por isso, existem os planejamentos. No caso do hoteleiro, ele ajuda a organizar a empresa em cada pequeno detalhe, inclusive, ajudando na tomada de decisões a curto, médio e longo prazo.

Isso porque, dependendo das informações que você inclui no plano, ele pode ser um guia essencial para cada setor do seu hotel. Por exemplo, com uma boa pesquisa de mercado é possível descobrir para onde sua empresa se encaminha no setor, ou seja, se você está se recuperando o suficiente para alcançar as metas estabelecidas.

Preparação para novos concorrentes

Durante um longo período de tempo, o setor de Turismo foi afetado por causa das medidas restritivas. Isso significa que cada empresa, em sua região, precisou lidar com os mesmos problemas dos concorrentes. Já em termos de concorrência em outras localidades, os efeitos da crise foram distintos, o que deixou ainda mais difícil a situação, já que cada estado lidou com medidas diferentes.

Portanto, nesse tempo podem ter surgido novos concorrentes, que antes, você não fazia ideia.

Por exemplo, se antes você oferecia um serviço para determinado nicho, enquanto hotéis maiores ou menores atendiam outros públicos, hoje, com um público repensando sua forma de viajar, pode acontecer um rearranjo nesses nichos, principalmente com pessoas procurando lugares mais vazios e privados por questões de segurança, inclusive, adotando hospedagens particulares.

Assim, questões como preço e conforto ainda fazem diferença, mas outras prioridades podem aparecer, fazendo com que seja necessário se preparar para novos e antigos concorrentes, que podem afetar diretamente o seu faturamento.

Elaboração de planejamento a longo prazo

Para se destacar em seu mercado, uma empresa precisa se planejar com antecedência, a fim de se preparar para desafios e oportunidades. Exatamente por isso é que é feito o planejamento hoteleiro, no caso do turismo.

Com ele, é possível estabelecer ações a longo prazo, a fim de cumprir metas tangíveis que você queira alcançar. Por exemplo, é possível criá-lo para um período de 12 meses, mas ter em mente ações mais distantes. Por exemplo, quanto de faturamento a mais você deve conseguir nesse período, para que possa expandir as instalações do hotel em três anos.

Nesse caso, apesar do planejamento propor um período mais extenso, é importante analisá-lo em prazos curtos. Por exemplo, a cada seis meses, é necessário fazer uma revisão se as estratégias implementadas estão dando certo ou se no próximo semestre algo deve mudar. Para isso, avaliar os indicadores e checar se as metas estão sendo batidas é uma das formas de saber se o planejamento está sendo cumprido.

Entendimento dos recursos necessários

Para funcionar, um hotel ou pousada precisa de capital de giro, portanto, precisa de entradas. Nesse caso, o planejamento hoteleiro é um importante documento para reunir todos os fatores que possam influenciar na saúde financeira da empresa, mostrando aos seus administradores o que é necessário.

Por exemplo, ele pode conter a lista de despesas do financeiro já previstas para o ano, além de informações sobre quanto e quando o hotel fatura. Assim, você começa o ano sabendo as épocas em que as receitas entram e pode se planejar quanto aos compromissos do hotel fora desse período, por exemplo, com os salários dos colaboradores.

Da mesma forma, com planos de investimento pré-projetados, é possível determinar uma quantidade x de receita que você vai precisar para custear novas despesas, aumento de equipe e expansões. A partir disso, poderá saber quais ações de marketing o hotel precisa para aumentar as reservas e a receita e quanto aplicar nelas.

Ou seja, nesse sentido, o planejamento hoteleiro impede que você fique no escuro, vivendo de mês a mês ou esperando a alta temporada para descobrir quanto vai faturar e conseguir se sustentar no próximo ano.

Como fazer o planejamento hoteleiro certo e ter sucesso

Existem algumas dicas práticas que podem ajudar você a fazer o planejamento hoteleiro ideal e alcançar sucesso para 2022. Veja algumas delas a seguir!

Determine as suas necessidades

Não existe regra para criar um planejamento financeiro. Ou seja, ele pode conter várias informações sobre diferentes setores da empresa ou ser feito de forma geral, com planejamentos detalhados conforme cada departamento. Além disso, você pode criá-lo para o ano, para o trimestre ou a cada seis meses.

Nesse sentido, o que vai determinar o seu planejamento é o seu estilo de gestão e também suas necessidades, conforme o tamanho da empresa. Portanto, é preciso conhecê-las bem para saber qual é a melhor forma de fazer o seu plano para 2022.

Observe o seu cenário

Durante a pandemia, você precisou tomar diferentes ações para se adaptar, certo? Agora, chega o momento de observar o cenário em que você se encontra.

Para isso, é preciso entender alguns pontos. Por exemplo, as medidas de emergência que você tomou ainda são válidas e podem ser usadas para o planejamento hoteleiro de 2022? Ou elas já não são mais necessárias?

Ou ainda, como está o seu cenário de recuperação? Quais são as medidas restritivas que ainda estão valendo em sua localidade? Qual é a perspectiva para o turismo nesse novo período?

Sabendo disso, é mais fácil fazer uma boa previsão do que esperar para as diferentes temporadas do próximo ano. Aliás, uma vez que a pandemia mudou diversas decisões, mediante o surgimento de novas variantes, é interessante que o seu planejamento hoteleiro seja feito em períodos mais curtos, conforme cada temporada.

Conheça o seu público

O público consumidor do setor de turismo mudou. Embora se fale muito em pessoas ansiosas por viajar e passar momentos com a família, não espere encontrar as mesmas pessoas que antes frequentavam o seu hotel.

Observando as tendências, por exemplo, é possível notar uma maior preocupação com questões de segurança. Sendo assim, os hóspedes vão se importar não só com a limpeza, mas com experiências que os deixem confortáveis e sem medo. Para isso, é possível adotar medidas simples, mas que podem fazer a diferença na estadia final dessa pessoa.

Por exemplo, você pode adotar as ferramentas digitais para que a pessoa tenha a opção de fazer processos por ela mesma, como check-in e pedidos de restaurante. Outra ideia é tornar ainda mais fácil o processo de reserva e pagamento.

Em relação aos tipos de hóspedes, também é importante pesquisar quem são os novos nichos que podem ser atendidos. Por exemplo, com a mudança no sistema de trabalho, uma das tendências é que uma viagem corporativa não será apenas com foco em negócios, mas uma mistura com lazer, que foi chamada de bleisure– a junção de “negócios” e “lazer” em inglês.

Sendo assim, você não deve atender quem viaja de negócios da mesma forma que atendia antes. Afinal, essa pessoa vai ter um tempo, inclusive permitido pela empresa, para aproveitar a viagem. Assim, é uma oportunidade de oferecer serviços diferenciados, que em um primeiro momento, poderiam interessar somente quem estava de férias.

Esteja preparado a longo prazo

A retomada conta com muitas expectativas, mas é incerta, dado o próprio rumo da pandemia. Sendo assim, mesmo que você faça planejamentos mais curtos por segurança, aproveitando as oportunidades de cada temporada, nunca deixe de visualizar sua empresa a longo prazo.

Com um planejamento hoteleiro que possa abarcar o ano todo, mesmo sendo básico, você pode enxergar um cenário maior e determinar melhor as metas.

Faça novas adaptações

Com essas novas necessidades, provavelmente você precisará de novas adaptações. Para isso, é importante se organizar. Ou seja, se a alta temporada vai chegar em 2022 e você vê um turismo aquecido, não deixe para última hora reformas, adaptações e expansões que poderiam ser feitas na estrutura de seu hotel.

Afinal, cada mudança para melhor é importante já que, com um público exigente, essa poderá ser a chance de mostrar que seu hotel pode atender a esses clientes, o que, consequentemente, o coloca em uma posição melhor, principalmente considerando as acomodações privadas, que tendem a continuar em alta.

Use a tecnologia a seu favor

Com tantos detalhes, fica até difícil pensar em como juntá-los para criar um bom planejamento hoteleiro. Mas isso é perfeitamente possível quando você conta com um bom sistema, no qual pode organizar as informações.

É o caso das plataformas de gestão, como a Silbeck, que facilita todo o processo de administração de seu hotel, independentemente de seu tamanho.

Com uma infinidade de recursos, você consegue aplicar uma gestão de 360º, facilitando desde os processos básicos da recepção até a emissão de notas fiscais do financeiro. Tudo isso, com praticidade e um fluxo inteligente de informações para que seja descomplicado.

Quem tem hotel ou pousada sabe que a cada ano é preciso realizar um planejamento hoteleiro de qualidade. Afinal, para aproveitar as boas temporadas de turismo e conseguir um bom faturamento, é preciso planejar suas ações. Com a pandemia, esse processo ficou prejudicado quando muitas empresas precisaram fechar ou tomar ações de emergência. Porém, agora o setor está retomando e apresenta altas expectativas. Sendo assim, seguindo boas dicas e usando a tecnologia a seu favor, é possível não só se recuperar, mas aproveitar as novas oportunidades de um novo turismo que está surgindo.

Gostou do post e quer saber como a Silbeck pode ajudar na gestão do seu hotel ou pousada? Fale com a gente!