Skip to main content
revenue management para hoteis

Revenue Management: você sabe como aplica-lo na sua hospedagem?

Cada crise eventualmente apresenta uma oportunidade em si mesma. Ela tem o potencial de trazer inovação e adaptação a ambientes em mudança. E se adaptar a essas mudanças não é uma tarefa muito fácil, mas é necessário. E neste momento uma dessas mudanças é encontrar o cliente certo, no momento certo e com o preço que o atraia, não é mesmo? Por isso o Revenue Management é importante para a sua hospedagem.

Aplica-lo exige um pouco de dedicação, tanto do gestor do hotel como também de todos os funcionários. Tento todos os dados em mãos, as tomadas de decisões são mais certas e trazem uma maior rentabilidade para o hotel. E isso não serve somente para hotéis de grande porte, como também,  para todos os tipos de hospedagem.

Mas como calcular e aplicar o Revenue Management em seu hotel? E sobre esse isso que vamos abordar. Acompanhe.

Para começar o que é Revenue Management?

Você, assim como eu, já saiu por ai perguntando e pesquisando que é Revenue Management, certo? Revenue Management ou yield management, também conhecido como gerenciamento de receita é uma metodologia que, por meio de técnicas que envolvem a precificação, a oferta e a demanda, ajuda a maximizar as receitas do seu hotel. 

Por isso, é muito utilizada para gerenciar o equilíbrio entre a taxa de ocupação e a margem de lucro dos hotéis e pousadas.

Para simplificar, revenue management é vender o quarto certo, para o cliente certo, no momento certo e pelo preço perfeito para ele. Simples né? Mas, na prática, ele é um pouco mais complicado.

Pontos essenciais para implantar o Revenue Management

1. Processo analógico

Um erro muito comum para quem deseja implantar o RM é não utilizar tecnologia adequada. Portanto, tenha certeza de que seu sistema hoteleiro vai garantir a automatização para a flutuação diária.

É possível criar, por exemplo, uma regra de que sempre que a ocupação atingir 80% para determinado período, as tarifas aumentam automaticamente em 10% em todos os canais, ou que pelo menos notifique você desta ocupação para fazer a atualização de acordo com a flutuação tarifária.

Outra vantagem do Revenue é a distribuição equilibrada em diferentes canais de forma correta, de acordo com a característica de cada canal, pois, na prática da gestão, é difícil manter os dados atualizados manualmente, sem erros..

2. Atualização de dados internos

Manter o banco de dados atualizado é fundamental. Desde os dados internos como ocupação, tanto os dados externos de calendários locais e eventos da cidade. Desta forma, a rentabilidade e o volume de retrabalho são inversamente proporcionais.

3. Esteja atento às taxas de cancelamento

Um gestor hoteleiro precisa ter atenção redobrada com as taxas de cancelamento. Se um hotel conhece bem as taxas médias e mínimas vai poder oferecer mais disponibilidade de quartos que o total dentro de um limite de risco aceitável.

O que evita, consequentemente, perdas de reservas e elimina o risco de overbooking. Gerando uma tranquilidade maior na gestão e conforto para os hóspedes.

Considere também a importância de acompanhar o preço da concorrência para conseguir os melhores resultados na aplicação dessa metodologia. Sem essa informação, o resultado pode ser seriamente comprometido.

4. Processos alinhados ao Marketing

Dentro das estratégias de Marketing, o Revenue também tem um papel importante. Pois ele ajuda a prever demandas olhando para o histórico de reservas. É possível antecipar a atração de hóspedes em períodos específicos como férias, por exemplo, em uma determinada região.

Se neste período o histórico é de muitas reservas de quartos triplos, o Revenue pode apoiar o marketing a antecipar essa demanda. Ativando uma divulgação direcionada para apartamentos triplos através do motor de reservas.

Assim, o custo de comissão será menor e permitirá que o hotel possa aplicar uma estratégia mais agressiva de preço em cima da hora. Já que existe um histórico de que não haverá quartos vazios.

5. Facilidade em vendas diretas

O Revenue Management também consegue facilitar as vendas diretas. Com as ferramentas alinhadas e uma estratégia bem definida, é possível aumentar as suas vendas diretas e aumentar o lucro do seu hotel, pois com as vendas diretas seu hotel não tem a necessidade de pagar comissões para OTAs.  

Conclusão

Parece complicado de início, adotar e aplicar o Revenue Management na sua hospedagem, mas assim que você tiver todos os dados em mãos e com uma gestão eficiente, a sua hospedagem só tem a ganhar.

Ainda com uma crise de grandes proporções como a que estamos vivenciando hoje, o RM terá um trabalho estratégico de análise de informação e variáveis: estudando a demanda, canais e tarifas para obter o máximo de retorno. O Revenue Manager tomará as decisões mais adequadas para o hotel, trabalhando com a equipe de Vendas, Marketing e com a equipe financeira da propriedade.