7 indicadores hoteleiros e como acompanhá-los em sua gestão

Qualquer empresa, seja ela de grande ou médio porte, tem que ter um acompanhamento detalhado para que se obtenha sucesso. E com a hotelaria isto não é diferente. Para se obter o resultado esperado, você, gestor hoteleiro, precisa estar atendo aos indicadores hoteleiros e acompanhá-los.

Por isso, neste texto, vamos mostrar porque é tão importante conhecer e monitorar esses indicadores, quais são eles e como medi-los adequadamente. Acompanhe!

Por que acompanhar os indicadores hoteleiros?

Ter uma gestão eficiente, não é uma tarefa nada fácil. Principalmente agora, com a crise que atinge todo o setor da hotelaria, é preciso garantir estratégias para a real situação em que seu hotel se encontra.

Ao realizar um acompanhamento detalhado, é possível descobrir problemas que logo surgem, podendo tomar decisões mais certeiras.

Diante dos fatos, o gestor pode compreender, de antemão, a real situação do seu estabelecimento e de maneira mais assertiva, tomar decisões mais eficientes. Mas, afinal, quais são os principais indicadores hoteleiros? Acompanhe.

Principais indicadores hoteleiros

Agora que já sabemos a importância dos indicadores hoteleiros, vamos conhecer os principais deles para você poder começar acompanhar. Confira:

Taxa de ocupação (TO)

A taxa de ocupação é um dos indicadores mais conhecidos, até por quem não é da hotelaria. Trata-se de um percentual de unidades ocupadas em relação ao total que é oferecido pelo local.

Esse indicador é muito importante para o planejamento de alocação de hóspedes, previsão de lotação em datas de alta temporada, e até mesmo na adequação dos recursos necessários para fazer um atendimento de qualidade.

Taxa da diária média (ADR)

Consiste em um dado importante para o planejamento orçamentário do hotel e pode ajudar a realizar um reajuste no valor das diárias.   

A fórmula para calculá-lo é:  

Diária média = receita total do período / diárias vendidas no período  

RevPAR

O RevPAR é um dos indicadores mais utilizados hoje na hotelaria. Ele é um indicador de performance básico que leva em conta apenas a receita gerada pelos quartos do hotel.

Para calculá-lo, é preciso dividir o total de receita de hospedagem pelo número de quartos disponíveis. Também pode ser calculado entre multiplicar o valor da diária media pela taxa de ocupação do hotel em determinado período.

TrevPAR

A receita total por quarto disponível, ou TRevPAR, é um KPI usado exclusivamente no mercado hoteleira para avaliar os resultados de negócios. Ele se concentra na avaliação da a receita total gerada pelos quartos alugados, e o espaço disponível.   

Quando utilizado, ele pode desempenhar um papel importante em uma estratégia de gerenciamento de receita e pode fornecer uma visualização instantânea do desempenho geral da propriedade. 

Taxa de cancelamento

Taxa de cancelamento é um item que ninguém gosta de monitorar, pois, mostra a quantidade de pessoas que desistiram de se hospedar em seu hotel. Mas é justamente essa a importância de mensurar este indicador, pois com ele podemos ver o problema e quais são os motivos dos cancelamentos.

Caso a taxa de cancelamento estiver muito alta, esta na hora de ligar um sinal de alerta e investigar o que esta ocorrendo e tentar reverter o caso.

Custo de aquisição de cliente (CAC)

Custo de Aquisição de Clientes (CAC) é o resultado da soma dos investimentos feitos em Marketing e Vendas dividida pelo número de clientes conquistados em um mesmo período. É uma métrica essencial para mensurar a saúde financeira de uma hospedagem.

Receita gerada por reserva (MCPB)

Este indicador serve para medir a performance dos canais em que o hospede acessa para realizar sua reserva. Ele é capaz de apontar qual o canal está dando mais lucro, qual gera mais custo e também qual apresenta melhor custo benefício.

Como administrar esses indicadores?

Para conseguir medir todos esses índices, é preciso ter uma administração eficiente e atenta. O uso de sistemas de gestão pode contribuir bastante nesse sentido, já que eles podem concentrar e organizar todos os dados, além de emitir relatórios diversos.

No entanto, é importante ressaltar que o acompanhamento dos gestores deve ser constante e periódico. Cada um dos indicadores deve ser analisado a fim de gerar ações que garantam a melhoria constante. Sem essas métricas, decisões erradas podem ser tomadas, levando a empresa ao prejuízo e, em casos mais extremos, até à falência.

Agora que você já sabe quais são os indicadores hoteleiros que precisam ser acompanhados, as chances de sucesso do seu negócio serão ainda maiores. Basta atentar a cada um deles, medir com frequência e aproveitar os bons resultados.

Informações blog Servir com Requinte