Comentários

Domingos Martins: um pedaço da Alemanha no ES

Tempo estimado de leitura: 7 min

Localizada a um pouco mais de 50km da capital Vitória, você encontra a charmosa cidade de Domingos Martins. Conhecida como “cidade do verde” por manter preservada parte da sua flora e pela exuberância da Mata Atlântica, foi berço de imigrantes alemães, italianos e de portugueses.

O destino é um misto de romantismo e aventura. A cidade é refúgio de casais, sobretudo nos períodos mais friozinhos e, de quem busca atividades de aventura e ecoturismo.

A arquitetura da cidade lembra muito as cidades alemãs. Foto: Prefeitura de Domingos Martins

Mas o que fazer em Domingos Martins? Separamos algumas dicas para você aproveitar bem esse pedacinho da Alemanha na serra capixaba. Vem com a gente!

O que fazer em Domingos Martins?

Parque Estadual da Pedra Azul

A reserva é a principal atração da região. Além das trilhas que levam a cachoeiras e piscinas naturais, o parque abriga o cartão-postal da serra capixaba – a Pedra Azul. O nome da formação rochosa de quase dois mil metros de altura se deve à coloração, que varia ao longo do dia, de acordo com a incidência da luz solar.  Foram os colonizadores portugueses que derem esse nome a pedra.

Pedra Azul Domingos Martins
A coloração varia de acordo com a incidência da luz solar. Foto: SETUR

Reza a lenda que o apelido foi cravado ali nos idos de 1500, e assim o monumento natural foi batizado de Pedra Azul. A alcunha se consolidou. Mais tarde, já em fins do século XIX, com a chegada de imigrantes italianos e alemães em solo capixaba, a denominação não somente ganhou força como serviu de inspiração para os povoados que surgiriam ao redor da estrutura mineral de 1.822 metros de altura.

Fauna em Domingos Martins
Foto: Reserva Kautsky

A fauna riquíssima reúne diversas espécies, tais como: macaco-prego, tatu, tamanduá de colete, jaguatirica, tucano, araponga, veado catingueiro, mão pelada, trinca ferro, sabiá, além de animais ameaçados de extinção como o sagüi da serra, a onça pintada e o barbado.

Pedra Azul Domingos Martins

A vegetação conta com espécies como orquídeas, bromélias, ingás, cedros, cássias, ipês, canjeranas, além de inúmeras variedades de canela. É possível fazer trilhas que permitem a contemplação de áreas de Mata Atlântica, passando por mirantes e piscinas naturais.

O parque possui duas trilhas:

Trilha da Pedra Azul, com percurso de 1900 metros (ida e volta), onde os visitantes são conduzidos até a base da Pedra Azul, passando pelos mirantes da Pedra Azul e do Forno Grande. Outra opção desse percurso é passar pela trilha do Cedro Sentado, com percurso de 600 metros, onde os visitantes são conduzidos até o mirante da Pedra Azul passando por uma árvore de Cedro rosa que “sentou” sobre a rocha.

Foto: Gustavo Cunha

Trilha das Piscinas Naturais, com percurso de 2500 metros (ida e volta), onde os visitantes são conduzidos até as piscinas naturais escavadas sobre a rocha, com uma escalada de 97m com auxílio de corda. O banho nas piscinas é uma opção de recreação no local. 

Passear no Trem das Montanhas Capixabas

A viagem começa em Viana e termina em Araguaia, com parada na estação de Domingos Martins e de Marechal Floriano. O percurso total é de 46 quilômetros em meio à Serra do Mar, passando por pontes, túneis e cachoeiras. O tour completo dura duas horas e meia e se eleva de 15 metros acima do nível do mar para uma altitude de 530 metros.

Passeio de trem em Domingos Martins
Ao longo da viagem, você desfruta de toda a beleza da serra capixaba. Foto/Divulgação: Serra Verde Express

É possível embarcar em Domingos Martins rumo a Viana, Marechal Floriano e Araguaia. Na estação de Domingos Martins, lojinhas oferecem o peculiar crispim (biscoitos italianos vendidos em saquinhos) e licor de jenipapo.

O passeio romântico pela Rota do Lagarto

A linda e romântica estrada tem apenas 7km, mas é repleta de atrações. Ela tem início no Km 88 da BR-262 e se estende até à ES-164. O nome vem do fato de, em toda a extensão da estrada de paralelepípedo, é possível avistar a Pedra Azul e seu “lagarto”. A rota também dá acesso à portaria do Parque Estadual da Pedra Azul.

Rota do Largato em Domingos Martins
Foto: Rota Capixaba

No cenário, matas que formam túneis verdes e corredor de pinheiros, além de barraquinhas de vendedores de frutas e de orquídeas. Dependendo da época do ano, ipês e hortênsias enfeitam, ainda mais a paisagem. 

Além da natureza, a estrada reúne pousadas charmosas, restaurantes estrelados como o Alecrim e lojinhas encantadoras como a Marietta Delicatessen (bolos e geleias) e Venda da Rota (decoração). Também é possível fazer passeios a cavalo e de bicicleta, oferecidos por algumas propriedades da área. 

Não deixe de conhecer a Vila da Pedra Azul

Pousadas, restaurantes e sítios circundam a bela região, emoldurada pela formação que dá nome à vila e ao parque estadual. A 50 km de Domingos Martins, abriga restaurantes de cozinhas italiana, portuguesa, alemã, francesa, orgânica e exótica, além de quitutes regionais.

Foto: Rotas Capixabas

Para trazer na mala, as dicas são massas, embutidos, pães, queijos, frutas, mel, palmito, geleias e compotas vendidos nas propriedades rurais, que também abrem suas portas para os visitantes conhecerem o dia a dia da lida e também participarem das colheitas.     

 A natureza exuberante convida a prática de esportes como trekking, bike, cavalgadas… Além de atividades como fotografia e birdwatching.

Reserva Kautsky

O acesso exige carros com tração nas quatro rodas por conta da subida, mas o passeio vale muito a pena! A área de 300 mil metros quadrados abriga 16 trilhas, além de cem mil plantas da região, especialmente orquídeas e bromélias, plantadas na mata ou protegidas nas estufas e identificadas pelo Sr. Roberto Anselmo Kautsky, criador do espaço.

Vista para cidade de Domingos Martins
Vista da Reserva Kautsky para cidade de Domingos Martins

A reserva compreende ainda o pico do Eldorado, a 850 metros de altitude e que descortina vista panorâmica de Domingos Martins e arredores.

Aonde se hospedar?

Para um bom descanso, separamos alguns hotéis e pousadas que são puro charme, para você escolher e aproveitar ainda mais seu passeio.

AROSO PAÇO HOTEL

O Aroso Paço Hotel se destaca na exuberante paisagem de Pedra Azul graças à sua fachada, adornada por colunas que lembram as grandes edificações históricas dos gregos e dos romanos. Suas luxuosas suítes trazem aos seus hóspedes espaços amplos e arejados.  Além, é claro, da localização excepcional, com paisagens de tirar o fôlego, acesso facilitado a qualquer momento.

Conheça mais sobre o hotel e faça já suas reservas em www.aroso.com.br

POUSADA RABO DO LAGARTO

A Pousada Rabo do Lagarto foi totalmente projetada de frente para a Pedra Azul. O charme, a gastronomia, sofisticação, privacidade, exclusividade a valorização das características locais, o respeito ao meio ambiente são ingredientes que definem a hospitalidade da Pousada Rabo do Lagarto.

Conheça mais sobre a pousada e faça já sua reserva em www.rabodolagarto.com.br/

POUSADA PEDRA AZUL
ECO-RESORT

Em um ambiente verdejante a sete minutos a pé das famosas formações rochosas do Parque Estadual da Pedra Azul, você encontra a pousada Pedra Azul. Com sacadas e vistas do campo, os quartos acolhedores de estilo rural contam com paredes de tijolos à vista. A Pousada Pedra Azul Eco Resort oferece a famílias, eventos corporativos e festas em geral uma das melhores combinações de espaço, culinária e hospedagem do Espírito Santo.

Conheça mais sobre a pousada e faça já sua reserva em www.ppazul.com/pt-br/

Que conhecer mais sobre a Serra Capixaba no Espirito Santo? Visite o site www.rotascapixabas.com

Fontes e fotos: Ferias Brasil e Rotas Capixabas

Comentários