Blog | Silbeck
Bloco X

Você sabe o que é o Bloco X?

Post Postado em Sem categoria

Para evitar fraldes, a Receita Federal criou ao longo dos anos uma série de mecanismos que otimizam o envio de dados ao órgão. Esse é o caso do Bloco X, que registra informações sobre o estoque do negócio e facilita o acompanhamento do faturamento da empresa por órgãos fiscais. Continue a leitura e saiba mais sobre o Bloco X.

O que é o “Bloco X”?

O Bloco X é um dos registros obrigatórios da Escrituração Contábil Fiscal (ECF). Ele é integrado ao Programa Aplicativo Fiscal (PAF-ECF), que é utilizado para transmitir informações sobre os cupons fiscais emitidos por uma empresa. Entre as informações que o Bloco X permite ao negócio enviar para a Receita Federal, temos:

  • um arquivo com dados sobre o estoque mensal do estabelecimento comercial;
  • um arquivo com informações referentes à Redução Z do PAF-ECF, criado diariamente e enviado em ordem sequencial ascendente.

Essas informações são enviadas para a Receita Federal automaticamente. A Redução (Z) é enviada assim que o arquivo é gerado, e os dados de estoque mensal, no início de cada mês.

O Bloco X é obrigatório em quais situações?

Após a modificação do Ato COTEPE/ICMS 9/2013, o Bloco X passou a ser obrigatório para todas as empresas que fazem uso do PAF-ECF — e isso inclui as corporações que fizeram a escolha pelo Simples Nacional. Em geral, isso abrange as empresas dos seguintes estados:

  • Alagoas;
  • Amapá;
  • Amazonas;
  • Bahia;
  • Ceará;
  • Espírito Santo;
  • Goiás;
  • Maranhão;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Minas Gerais;
  • Paraíba;
  • Pernambuco;
  • Piauí;
  • Rio de Janeiro;
  • Rio Grande do Norte;
  • Rondônia;
  • Roraima;
  • Santa Catarina;
  • Tocantins.

Como o Paraná instituiu a NFC-e em substituição ao Cupom Fiscal, as empresas do estado não precisam fazer uso do Bloco X. Empresas que trabalham com a emissão de Cupons Fiscais também devem fazer uso da TEF (Transferência Eletrônica de Fundos).

O que isso muda para o emissor de cupom fiscal?

Para o emissor fiscal, as modificações no Ato COTEPE/ICMS 09/13 tornaram parte das suas rotinas de gestão mais complexa. A empresa deverá investir mais tempo no controle de rotinas de estoque, na validação de documentos internos e na transmissão de tais informações para órgãos governamentais. Além disso, os empreendimentos que já não estiverem alinhados às novas regras devem modificar os seus sistemas de controle para efetuar o envio dos dados.

A longo prazo, essa modificação nas regras do Bloco X pode gerar um pequeno aumento de custos nas rotinas do negócio. No entanto, a digitalização de procedimentos torna o negócio mais eficaz, além de evitar multas e prejuízos, algo crucial para que o negócio se mantenha competitivo.

Desvantagens de um sistema hoteleiro gratuito

Post Postado em Hotelaria

Muitas vezes, hoteleiros querem poupar seu dinheiro e acabam pegando caminhos que parecem mais fácil e barato, sem conhecer os detalhes que podem fazer isso obstáculos para um bom gerenciamento.
Entender as desvantagens desse caminho, evitará que você passe por transtornos em seu hotel ou pousada.
Então vamos mostrar para você as principais desvantagens de adquirir um sistema gratuito para seu hotel, e evitar que você não tenha problemas futuros. Acompanhe conosco!

O caminho mais fácil nem sempre é o melhor

Como dizia a minha avó, “às vezes o barato sai caro”. Realmente é isso mesmo que acontece. Você opta por não pagar um sistema, pois, pensa que realmente aquele tipo de serviço vai te ajudar de alguma forma, mas com o tempo você percebe que nem tudo são flores. A falta de suporte, atualizações começam a te deixar seu hotel um pouco ultrapassado e mediante isso, atrás da concorrência. Veja algumas outras situações não tão vantajosas de utilizar um sistema de gerenciamento gratuito.

Falta de novos recursos

Para facilitar ainda mais a hospedagem de seus hóspedes, muitos hoteleiros estão sempre ligados nas novidades que são lançadas para o setor hoteleiro. Check-in online, para facilitar a entrada de seus clientes, Motor de Reservas Online, para os hóspedes fazer sua reserva pelo site do hotel, sem precisar estar em contato com o hotel. São algumas das muitas outras ferramentas que existem hoje no mercado. Sistemas gratuitos nem sempre desenvolve essas de ferramentas. Seu hotel começa a ficar um pouco engessado e não tendo muita facilidade para seus clientes. 

Com sistemas de automação, a diferença é notada pelos por eles, seja em relação ao tempo de atendimento e até na forma de realizar pedidos, por exemplo. Então seu hotel vai ficando para atrás da concorrência. Isso não é nada bom para seu negócio.

Falta de suporte especializado

Muitas empresas de software contam com suporte técnico especializado para atender possíveis problemas no hotel, seja ele operacional ou problemas mais complexos. Algumas empresas ainda dão consultoria, dicas para hoteleiros de como trabalhar da melhor forma no hotel ou pousada para melhores resultados. Sistemas gratuitos não contam com suporte, e caso tenha algum problema, ai meu amigo, nem Chapolin Colorado para te socorrer.

Mal aproveitamento dos recursos

Não é só o tempo que é desperdiçado quando não se tem um bom software de gerenciamento, mas também os recursos financeiros do seu negócio. Com uma boa ferramenta, você tem acesso às informações que podem ajudar a economizar e ter um bom plano de investimento.


Questões como desperdício de estoque, cotação com fornecedores e fluxo de caixa são feitas de forma automática e com relatórios, o que ajuda na tomada de decisões e planejamento financeiro para melhor aproveitamento dos recursos.



Viu só? Você não precisa correr o risco de sofrer com as desvantagens de não possuir um bom software de gestão para seu hotel ou pousada. Comece agora a investir no futuro do seu negócio! Entre em contato com os especialistas da Silbeck Sistemas e saiba mais sobre as nossas soluções!

Como atrair mais hóspedes durante o inverno

Post Postado em Hotelaria

A estação mais charmosa do ano está chegando. Em algumas regiões do Brasil, como sul, o frio já está batendo na porta. Nessa época do ano os viajantes procuram lugares para curtir esse friozinho. Em algumas regiões onde as temperaturas atraem mais visitantes nesta época do ano, os hotéis tendem a investirem em atrações para atrais mais hóspedes para seus estabelecimentos. Como se diferenciar da concorrência? Continue a leitura, pois, vamos trazer para vocês algumas dicas de como atrair mais hospede para essa época do ano.

Dicas de atrair mais hóspedes para seu hotel neste inverno

Quando o frio chega, para alguns hotéis e pousadas é sinônimo de casa lotada. Já para outros é de baixa temporada.

Que tal aproveitar essa época do ano para fazer algo diferencial para seus hóspedes e atrair ainda mais visitantes para seu hotel ou pousada? Confira algumas dicas que separamos para você para começar a usar agora mesmo no seu hotel.

Invista nas atrações locais

Seu hotel fica na região mais badalada desta estação? Ótimo, seu hotel ou pousada tem tudo para receber bastantes visitantes nesta época. Se o friozinho ainda não chegou aí para você que tal montar pacotes com passeios pelas atrações turísticas da sua cidade. Leve seu hóspede para ver o pôr do sol ou um luau a beira-mar (caso o seu hotel ou pousada seja no litoral), ou faça um passei pela sua cidade mostre a ele os pontos turísticos. Deixe a sua criatividade fluir.

Ofereça pacotes especiais

Para atrair mais hóspedes, muitos hotéis e pousadas montam pacotes com atrações e serviços específicos para esta época do ano. Que tal incluir nas reservas de seu hóspede um dia no Spa ou uma piscina aquecida!

Também dá para oferecer uma sessão de cinema ou uma massagem relaxante. Caso você tenha restaurante ofereça uma noite com umas variedades de sopas, para aquecer um dia frio (aqui no Sul isso faz o maior sucesso rsrsr).

Faça parcerias com comerciantes locais

Seu hotel ou pousada não oferece refeições para seus hóspedes? Que tal fazer uma parceria com um restaurante local e oferecer a ele comidas típicas da estação! Também você pode incluir em seus pacotes, passeios de charretes, trilhas e outras atrações de seus parceiros. Assim você terá mais atrativos para seus hóspedes e ajudar outros comerciantes de sua região. 

Divulgue, divulgue e divulgue!

Imagina você navegando pelo feed de seu Instagram e de repente você encontra uma foto de um quarto muito aconchegante e quente. Não vai te dar vontade de esta deitado naquela cama tão atrativa? Então imagine seus hóspedes veem essa imagem, só que de seu hotel. Invista em fotos atrativas e a divulgues nas redes sociais. Hoje, as redes sociais são um dos maiores meios de divulgação. Então divulgue seus atrativos e de sua região para atrair mais hóspedes.

Espero que essas dicas ajudem seu hotel ou posada a se destacar neste inverno e atrair ainda mais hóspedes!